CRÍTICA | ‘A Origem do Dragão’ mostra um Bruce Lee arrogante e desinteressante

NOTA: (2 / 5)

No final de dezembro do ano passado, estreou nos cinemas o filme biográfico A Origem do Dragão (Birth of the Dragon), que retratou uma luta entre Bruce Lee e o monge Wong Jack Man ocorrida em 1964, nos Estados Unidos. Philip Ng e Yu Xia interpretaram os dois protagonistas, respectivamente, mas a impressão que fica ao final do filme é que o rival de Bruce Lee pareceu ser mais interessante que o próprio Lee e a luta entre os dois.

O filme comprendeu um período em que Lee morou em São Francisco enquanto despontava como estrela no cinema americano, e enquanto ensinava artes marciais na cidade – muitos de seus alunos foram brancos. Paralelamente, dois de seus alunos se encrencaram com a máfia local, tendo um deles se apaixonado por uma chinesa que também se envolveu com esses bandidos. A história intercalou, pois, um romance fraco enquanto desconstruiu erroneamente um ídolo mundial: Bruce Lee aqui é arrogante, egocêntrico e chato, em um nível impossível de ser desassociado do desempenho fraco do ator Philip Ng.

Está na hora de aprender a falar chinês

O único que pareceu saber o que estava fazendo foi Yu Xia, na pele do mestre Wong Jack Man. Sua serenidade, segurança e postura lembrou Donnie Yen em Ip Man (2008), astro chinês que despontou no mundo como o sucessor de Bruce Lee e Jackie Chan (Fiz um artigo sobre ele anos atrás aqui). Jack Man viajou até a cidade de Lee para se redimir por um erro do passado, trabalhando em um café como lavador de pratos.

Também foi até São Francisco para reprovar a ideia de Bruce Lee ensinar artes marciais chinesas para brancos – um nacionalismo comum no pensamento chinês e que representou alguma controvérsia na internacionalização da carreira de Lee. A defesa dos valores orientais foi um elemento recorrente na filmografia do artista, mas era preciso uma flexibilidade para atrair o público ocidental. Eis um assunto importante que também foi estragado pelo filme.

Com algumas boas coreografias de lutas, o personagem Jack Man é a única sobressaliência em meio a um fraca direção, um roteiro perdido na própria proposta e em um elenco tão deslocado quanto. A épica luta entre Lee e o seu rival, é portanto, um evento descartável, até produzirem algo melhor para ser apreciado.

NOTA: (2 / 5)

Título original: Birth of the Dragon
Diretor: George Nolfi
Ano: 2016
País: China, Canadá, EUA
Gênero: Ação, Biografia
Elenco: Philip Ng, Yu Xia, Billy Magnussen, Ron Yuan
DVD Enter the Dragon
DVD Conexão Chinesa
DVD O Tigre e o Dragão
DVD A Grande Muralha

Artigos Relacionados

Deixe um comentário